Notícias


Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

30/09
2017

Cemafauna comemora Dia internacional do Morcego com programação especial durante todo o mês de outubro em Petrolina, PE

1º de outubro é o Dia Internacional do Morcego e para celebrar a data o Centro de Conservação e Manejo de Fauna da Caatinga (Cemafauna Caatinga) preparou uma programação especial para proporcionar maior conhecimento sobre esse mamífero tão temido pela maioria da população. O ‘Mês do Morcego’ acontecerá durante todo o mês de outubro no Museu de Fauna da Caatinga que localiza-se no Campus de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), zona rural de Petrolina-PE.

O intuito é desmistificar a figura do morcego através de palestras educativas e outras de cunho mais acadêmico (relacionadas tanto à história natural dos quirópteros quanto às questões epidemiológicas e de saúde pública), além de atividades mais lúdicas para o público infanto-juvenil. Dessa forma, o laboratório de Mastozoologia do Cemafauna propõe uma grade de palestras semanais com ministrantes convidados, como também palestras de educação ambiental desenvolvidas por estagiários (dos cursos de Ciências Biológicas, Zootecnia e Medicina Veterinária da Univasf) que atuam no próprio Centro, para o público das escolas que sempre visitam o Museu de Fauna. Além disso, haverá também exposição de morcegos do acervo da coleção científica do Museu, painel de fotos, pintura facial infantil, desenhos para colorir e origamis.

A bióloga Cibele Zanon do Laboratório de Mastozoologia do Cemafauna ressalta que é necessário conhecer para poder conservar e foi pensando nisso que o Centro alinhou uma série de atividades para que os visitantes possam conhecer sobre diversidade de espécies, seus hábitos e características, verdades e mitos para que assim o público saia das palestras com uma conscientização maior e ajude a combater todo o preconceito, mostrando a importância dos morcegos para o equilíbrio do meio ambiente.

Morcegos como aliados – Os quirópteros, uma das maiores ordens de mamíferos do Brasil, contam com quase duzentas espécies, sendo divididas em nove famílias e mais de sessenta gêneros. Além de potenciais polinizadores, os morcegos frugívoros quando se alimentam de frutos os retiram de uma planta e voam para outros locais e durante esse processo pode ocorrer tanto a queda do fruto, quanto também o descarte das sementes durante alimentação ou defecação, contribuindo na dispersão de diversas plantas. Outro ponto a ressaltar é que morcegos nectarívoros ao introduzirem a face na flor em busca de néctar ficam repletos de pólen, ajudando assim na fecundação das plantas.  Há também os morcegos insetívoros que têm grande influência na agricultura, pois, segundo artigo da revista científica ‘Science’, agem como inseticidas naturais já que muitas espécies se alimentam de insetos que causam prejuízo às plantações. De acordo com o pesquisador norte-americano Paul Cryan é possível economizar anualmente cerca de US$ 3,7 bilhões em inseticidas.

Os eventos são abertos ao público em geral, com entrada gratuita, mas vagas limitadas e acontecem no auditório do Museu de Fauna da Caatinga no Campus de Ciências Agrárias da Univasf. Outras informações e agendamento de visitas em grupo (acima de 10 pessoas) pelo telefone 87 2101-4821 ou ainda pelo e-mail museu.cemafauna@univasf.edu.br  

 

Confira o cronograma das palestras semanais:

06/10 – 15h - Ordem Chitoptera - Conhecer para conservar  

Cibele Zanon - Cemafauna/UNIVASF

 

13/10 – 9h - Efeitos da Urbanização sobre os Morcegos

 Talita Rosa - Cemafauna/UNIVASF

 

20/10 – 15h - Quirópteros: Aspectos epidemiológicos e de saúde pública.

João Alves – Professor de Saúde Pública e coordenador do Curso de Medicina Veterinária (UNIVASF)

 

27/10 – 14h - Morcegos frugívoros da restinga de Sergipe: Dieta, dispersão e germinação de sementes

Tamiris  Oliveira (UFS)

 

              15h30 - Ectoparasitas em morcegos.

 Glauber Meneses (UNIVASF) - Laboratório de Doenças Parasitárias

 

Serviço

Mês do Morcego – Cemafauna Caatinga

Data - 02 a 31 de outubro (Horário de funcionamento do Museu - segunda a quinta-feira das 9h as 11h e das 14 as 18h; sexta-feira das 9h as 11h e das 14h as 17h)

Local – Auditório do Museu de Fauna da Caatinga

Outras informações - (87) 2101-4821

Entrada gratuita.

 

(Arte - Talita Rosa)

Fonte: Jaquelyne Costa/Ascom Cemafauna
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras
1 2 3 4 5 6

Agende sua visita

Para agendar sua visita clique aqui e preencha o formulário. Em breve entraremos em contato.

Ficaremos felizes com sua visita.

Nossa atuação

O Centro de Conservação e Manejo de Fauna da Caatinga tem sua sede em Petrolina-PE, mas sua área de atuação estende-se por todo o semiárido nordestino do Brasil, que compreende uma extensão de 982.563,3 km². Além dos diversos municípios que abrigam a obra do Projeto de Integração do São Francisco nos estados de Pernambuco, Paraíba e Ceará, o Centro também realiza ações no estado da Bahia participando de operações de fiscalização ambiental a exemplo da Fiscalização Preventiva Integrada (FPI) realizada pelo Ministério Público da Bahia em parceria com diversos órgãos ambientais. 

Quem somos e o que fazemos? Confira aqui!

Nessa reportagem, exibida no programa "Como Será?" no dia 11 de julho de 2015, você confere como é feito o trabalho de conservação e manejo de fauna realizado pelos analistas ambientais, professores e estagiários do Cemafauna Caatinga, nas áreas sob influência do Projeto de Integração do Rio São Francisco com as Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional (PISF).  

Conheça o trabalho do Cemafauna Caatinga assistindo este vídeo.

O Centro de Conservação e Manejo de Fauna da Caatinga tem como missão desenvolver práticas de cunho socioambiental, buscando preservar o meio ambiente em favor dos animais do bioma caatinga. Para tanto, viabiliza ações nos âmbitos estrutural, tecnológico, educacional e pedagógico, nutricional e humano. 

Compre aqui seu exemplar de 'Caatinga Selvagem'!

Acesse o link acima e saiba como adquiri-lo. 

Em fevereiro/2012 um grupo contendo 46 Amazona aestiva, oriundos do comércio ilegal, foram liberados em um recinto com área de aproximadamente 750m² e com 8 metros de altura. Em abril/2012, 04 (quatro) ovos de A. aestiva foram encontrados nos troncos, mostrando que é possivel estabelecer um programa sério de reabilitação dessa espécie e de outras espécies. Esse projeto é uma parceria entre a CPRH, IBAMA-Recife e CEMAFAUNA.

Serviços

¬ mais serviços

CEMAFAUNA CAATINGA

Campus Ciências Agrárias, BR 407, Km 12, lote 543, Projeto de Irrigação Nilo Coelho - S/N C1 CEP. 56.300-000, Petrolina - Pernambuco - Brasil - www.cemafauna.univasf.edu.br

(87) 2101-4853 / 2101-4821 / 2101-4818

cemafauna@univasf.edu.br

 

UNIVASF

Fundação Universidade Federal do Vale do São Franscisco